O site da Saiba Mais utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Conheça o tratamento contra fungos em cachorros

Os fungos estão presentes naturalmente no corpo dos seres vivos, entretanto a reprodução exagerada deles pode gerar sérios problemas

Os pets estão constantemente vulneráveis a uma série de doenças, dentre as mais comuns estão as infecções causadas por fungos. Elas podem ter variados efeitos, desde condições mais leves, causando apenas um pequeno desconforto no pet, até quadros gravíssimos – que em muitos casos podem ser fatais.

As orelhas são o local mais afetado pelos fungos , sendo que cachorros que as possuem caidas são bem mais suscetíveis a essa doença. Apesar disso, muitas pessoas desconhecem a ação desses organismos, confundindo o quadro com alergias ou outras patologias. Portanto, é preciso saber identificar uma infecção fungíca e conhecer os seus tratamentos.

Por que os fungos aparecem?

Esses organismos já estão presentes na pele dos cães – assim como na de todos os outros seres vivos. O problema acontece quando a sua reprodução se torna exagera, isso geralmente está relacionado com partes do corpo mais “escondidas” e cheias de pelo, onde não acontece muito movimento. Alguns dos fatores que contribuem para esse quadro incluem:

  • Exposição prolongada á umidade e ao calor;
  • Alergias;
  • Parasitas que estimulem o crescimento do fungo;
  • Disfunções na pele, como a hipersensibilidade;
  • Problemas na nutrição;
  • Uso prolongado de corticoides;
  • Problemas hormonais e no sistema endócrino;

Um fungo atuam se alimentando de tecidos mortos no corpo do pet, tais como a pele e pelos

shutterstock
Irritação na pele é um dos sintomas da presença dos fungos

Quais são os sintomas dos fungos em cachorros?

Apesar de se manifestar mais fortemente nas orelhas, nenhum parte do corpo está a salvo desses organismos. Animais que estejam vivenciando uma infestação de fungos costumam ter um comportamento muito atípico, demonstrando desconforto e até mesmo agonia. O sintoma mais aparente é o cão se coçar, o que pode acontecer em uma intensidade tão grande que danos na pele e até pequenas hemorragias surgem. Outros sinais incluem:

  • Vermelhidão e irritações na pele;
  • Queda de pelos anormal;
  • Pele muito oleosa, o que pode acabar causando mal cheiro no cão;
  • Feridas na pele;
  • Problemas psicológicos, como depressão, perda de apetite, ansiedade ou agressividade.

Caso você identifique esses sintomas, consulte imediatamente um médico veterinário para um diagnóstico mais preciso.

Tratamentos caseiros contra os fungos

Não é possível encontrar uma cura para esse quadro sem a orientação de um especialista, entretanto existem alguns métodos de retardar a doença em casa.

O vinagre e o iogurte são excelentes opções para o tratamento de infecções fúngicas. No caso do vinagre, misture a solução com água e pulverize nas regiões onde o pet apresente infecções na pele. O iorgute (sem sabor) pode ser misturado com o alimento do animal para que ele o engula. Esses dois métodos possuem um efeito retardante, mas não curam o animal da moléstia.

O tratamento eficaz, receitado por um veterinário, pode incluir a aplicação de pomadas, sprays, loções, cremes e, até mesmo, shampoos na área. Medicamentos contra os fungos podem ser aplicados por via oral.

Fonte: Canal do Pet – iG 

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE